TOR - Como Fazer Download, Instalar e Usar

Neste tutorial, vamos te ensinar como fazer download do programa TOR, te ensinar a instalar, usar e explicar de maneira bem simples e clara o que é o Tor, para que serve, como funciona e todas as informações necessárias sobre este interessante projeto.

Como instalar o Tor
Tor Navegador


Como Baixar o navegador Tor

Sempre que desejar baixar algum programa na internet, é de vital importância que faça isso através de sites confiáveis. Jamais faça download e saia abrindo executáveis que baixou em qualquer lugar, pois pode ser vítima de vírus ou dar abertura para ter seu computador ou celular serem invadidos por hackers.

Para saber o site mais confiável, basta digitar Tor no serviço de busca do Google, e o primeiro resultado é o site oficial:
https://www.torproject.org/

Lá você encontra informações em primeira mão e oficiais do projeto. Vamos ver em detalhes como fazer o download e instalar o Tor em cada sistema operacional.

Como fazer Download do Tor no Windows, Mac e Linux

Acessando a página oficial de download do Tor:
https://www.torproject.org/download/download-easy.html.en

Ele já vai detectar seu sistema operacional e oferecer a opção de download mais adequada.
Para fazer o download do Tor para Windows, acesse:
https://www.torproject.org/download/download-easy.html.en#windows

Para Mac:
https://www.torproject.org/download/download-easy.html.en#mac

Para Linux:
https://www.torproject.org/download/download-easy.html.en#linux

(Muito provavelmente sua distribuição já conta com o Tor instalado, veja se já não tem instalado antes de baixar o programa no link acima)

Em todos os casos, não esqueça de selecionar a opção "Português":
Como fazer download do navegador Tor



Há também uma versão para Android:
https://www.torproject.org/docs/android.html.en

Por ser um projeto livre e aberto, seu código-fonte é também divulgado, onde qualquer um pode acessar, estudar, modificar e até contribuir com a comunidade.

Se for programador, veja:
https://www.torproject.org/download/download.html.en

Navegador Tor - O que é ?

De uma maneira geral, o Tor é um projeto, de software livre e código totalmente aberto, acessível para todos (como indicado no link acima). Foi iniciado em 2002 e é feito na linguagem de programação C++, sob licença de uso BSD.

O nome é uma abreviação de The Onion Router, sim, onion de cebola em inglês, é o símbolo do projeto, como mostrado na imagem inicial lá em cima.

Embora o navegador seja o que há de mais conhecido e famoso, o projeto Tor é bem maior e mais complexo que apenas o browser. Mas não vamos entrar em detalhes, e sim focar no navegador.

O browser Tor foi criado a partir do Mozilla Firefox, sendo uma espécie de "versão" dele, totalmente focada em segurança.

Navegador Tor - Por que usar ?

Já falamos e indicamos aqui vários tutoriais e navegadores, como:
Então, qual o diferencial do Tor ? Por que usar este browser?
Se fosse para resumir o motivo de usarem este navegador, seria simplesmente: privacidade.

É a melhor, mais fácil e mais recomendada maneira de ser o mais anônimo possível na rede mundial de computadores, também conhecida por Internet.

Os outros navegadores, coletam diversos tipos de dados do usuários como: que site acessou, quanto tempo passou, o que costuma pesquisar, que sites tem conta, que serviço de e-mail usa, rede social, que horas se conecta, quanto tempo passa, que dispositivos usa (PC, tablet, celular, iPhone etc etc)...o Tor não.

Embora ele seja associado a grupos de ativismo e hackers em si (e criminosos, por motivos óbvios), muitas pessoas comuns usam ele pelo simples fato de se sentirem incomodadas em serem tão rastreadas e usadas.

Sim, seus dados são coletados, armazenados, tratados e usados para marketing, por exemplo (o que as pessoas compras? Quando? Que datas? Quanto gastam? Que tipo de anúncio clicam mais? Quais promoções gastam mais? Etc etc etc).

Browser Tor - Como Funciona

A base de todo o funcionamento e segurança do Tor se baseiam em duas coisas:
  1. Roteamento por camadas
  2. Criptografia
Sabe as cebolas? Quem já descascou viu que quando se tira uma casca...tem outra....e outra...e outra...são várias camadas! A rede Tor é assim também, várias camadas, daí o símbolo das cebolas (onions).

Existe uma espécie de rede voluntárias, onde servidores se prontificam para serem usadas para a troca de informações dos dados dos usuários, ao redor do mundo.

Obviamente, para termos segurança e privacidade, esses dados precisam ser criptografados. Assim, embora você esteja usando um servidor, você não sabe os outros dados que estão passando por alí, pois são todos codificados com o que há de mais moderno em criptografia e segurança de dados.

Mesmo que você seja um voluntário dessa grande rede, não vai ter acesso aos dados dos outros de maneira descriptografada.

Cada  (parte) dessa rede, sabe apenas os dados do próximo nó que vai se comunicar (diferente de outras redes), assim, fica difícil interceptar o caminho que os dados irão percorrer, os caminhos são aleatórios e bem variáveis.

Além disso, os algoritmos implementados no projeto evitam concentração num mesmo país, região, servidor ou qualquer coisa 'próxima', 'parecida' ou 'suspeita', tudo com um foco: segurança dos dados dos usuários.

Quem usa o Tor ?

Não precisa de motivo para exigir privacidade, segurança e anonimato. Você pode simplesmente desejar isso, se sentir mais confortável assim e usar o Tor. Ponto. Acaba por aí.

Já enviou algum e-mail para um amigo, falando sobre um determinado tênis e de repente passou a ver vários anúncios de tênis? Pois é, não é coincidência. Te rastreiam, tudo que faz, acessa etc.

Aliás, talvez até tenha falado, sem digitar nada, sobre algo...como um novo celular e passou a ver propagandas de tal celular? Sim, muitos dispositivos rastreiam até seu áudio e usam isso para vender coisas para você mesmo.

Obviamente, você pode usar o anonimado e discrição tanto para o bem como para o mal (como tudo na vida, principalmente na internet).

Muitos hackers, crackers e criminosos de todos os tipos, usam o Tor para divulgar, compartilhar e acessar coisas erradas, como pirataria, pedofilia, vender drogas e tudo de mais bizarro que você possa imaginar. Obviamente, não vamos entrar em detalhes aqui, não é o foco.

Essas coisas mais 'obscuras', criptografadas e secretas, fazem parte da chamada Deep Web. Literalmente, as profundezas da rede. Como se a rede que conhecemos (Google, Youtube, Facebook, Instagram, sites etc, fossem a rede comum, normal, superficial...e a deep é uma oculta, secreta...).

Falaremos em breve sobre  deep web, o que é, para que serve, o que fazem lá e, claro, como acessar ela (que é através do Tor).

Vantagens e Desvantagens do Tor

Quando você acessar um site normal, usando um navegador normal, como o Google Chrome, você se conecta a determinados servidores, como do Google. Lá te 'estudam' e rastreiam de tudo quanto é jeito.

Via Tor, não é bem assim. Os servidores mudam, são voluntários, as rotas são aleatórias, os dados são criptografados, não tem pessoas ou empresas específicas donas de servidores, hardwares e bandas de comunicação. É uma grande 'rede voluntária' de pessoas e servidores.

Essa é a grande vantagem. Não vão saber quem é você, o que faz, o que pesquisa, que dados envia e que dados recebe. Há uma espécie de respeito.

Obviamente, isso não vem 'de graça'. Existem uma complexidade computacional mal, mais algoritmos, criptografia exige processamento...isso pode culminar em uma lentidão. Faz parte.

Já se um site exige login ou informações pessoais (como uso de cookies), provavelmente você não vai poder usar o Tor em tais sistemas. Do mesmo jeito que você tem o direito de navegar de forma anônima, um site tem o direito de só deixar acessar seu sistema se você se identificar.

Outro ponto controverso, que é tanto uma vantagem, que são os nós intermediários (computadores e servidores). Seus dados vão passar por diversos locais, regiões e rotas. E aí, é tudo bem para você se seus dados forem parar em qualquer lugar?

Para acessar seu internet banking, o sistema do banco tem que saber quem é você, onde está, o que está fazendo, por quanto tempo etc. Você perde em privacidade, porém se algo atingir o servidor deles e te prejudicar, eles vão ter que te ressarcir.

Ou seja, não existe bom e ruim, na computação. É uma questão de pesar o que é melhor para você ou não. O bom da vida é sempre ter opções, não é verdade?

Mais informações do Tor:
https://en.wikipedia.org/wiki/Tor_(anonymity_network)

Nenhum comentário:

Postar um comentário